quinta-feira, 13 de maio de 2010

Oi, tudo bem? Tudo.

É engraçado como nos robotizamos a ter certos comportamentos, né? O telefone é um deles. Ao ligar para alguém, eu automaticamente falo: - Oi, é o Paulinho (se a pessoa ainda não sabe quem sou), tudo bem? E a pessoa, normalmente, também responde no piloto automático: - Tudo bem e você?

Parei pra pensar nisso ontem, quando liguei para uma colega cujo avô acabara de falecer. E nosso diálogo foi exatamente esse. Todo no automático. É lógico que não estava tudo bem. Ela tinha acabado de perder o vô! Mas eu perguntei e ela respondeu que sim. Ainda bem que era uma pessoa com quem posso fazer piadas e aí, ao perguntar se tava tudo bem e ela responder que sim, pude consertar dizendo: "não, num tá nada bem, né? Que pergunta mais idiota!" E ela levou numa boa.

Mas não é impressionante como isso é automático? O que mais fazemos automaticamente?

4 comentários:

Morillo Carvalho disse...

1 - Atender ao telefone dando o nome da empresa, o seu, e bom dia. Ainda que esteja em casa ou no seu celular - certa vez, atendi o meu com "Rádio Nacional, Morillo, boa tarde", e meu amigo respondeu "eu sei, idiota!" rs
2 - Discar o zero antes da ligação. Mesmo em casa.

Abraços!
(3 - escrever "abraços!" no final do e-mail ou do comentário no blog do amigo. é verdadeiro, mas automático)

Ah, então... 4 - Mandar beijo no final da ligação. Ainda que seja um contato profissional, para uma pessoa que nunca viu na vida.

Nyx A Terceira Face Os Direitos autorais são protegidos pela lei 9610/98 violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do código penal (se quiser cópiar não esqueça de colocar a autoria) disse...

oi blog massa!
estou seguindo
segue o meu tbem?
=D

Carolina Vicentin disse...

"vamos combinar de se ver!"
"vamos sim!"
Clássica essa!

disse...

bah concordo com a carolina, sempre tem essa de combinar de se ver, mas ninguém acaba vendo ninguem!!!!