terça-feira, 28 de julho de 2009

Carro x Pedestre

Hoje eu dei uma bronca em uma mãe. Não na minha, mas na de uma menina que atravessava a pista da plataforma superior da rodoviária aqui de Brasília pulando em um pé só. Acredita?

A mãe na frente, de mão dada com a filha, e a menina vinha atrás pulando num pé só. Fora da faixa, longe do sinal, e na frente de um ônibus parado no ponto. Bem propício, né?

Eu vinha na faixa do meio, um ônibus saiu de detrás do que estava parado, invadindo a minha faixa, mudei pra faixa da esquerda, ultrapassei o ônibus e quando volto pra faixa do meio, a linda supresinha saltitante. Meti o pé no freio.

Logo a frente, tive que parar pois o sinal estava fechado. Foi aí que a mãe passou com a filha ao lado do meu carro andando pela calçada.

- A senhora acha bonito a sua filha pulando no meio da rua, né?
- Ai, moço, desculpa.
- Desculpa é fácil. Se tivesse sido atropelada, ia estar chorando. Tem que prestar atenção!
- Ai credo, nem fala isso...

E saiu andando com a menina. Agora, se eu atropelo essa criança seria o grande criminoso descuidado que anda pela rua em alta velocidade e sem prestar atenção no trânsito. Isso é uma grande merda.

Por isso que defendo que as pistas tinham que ser monitoradas por câmeras. Sempre quem atropela é que está errado. O pedestre sempre sai de vítima. Com câmera ia dar pra provar que o cara atravessou com o sinal aberto para os carros, ou fora da faixa, ou mesmo pulando num pé só.

Pedestre tem que ter mais consciência de trânsito do que o motorista. Afinal, entre ele e um carro, quem perde mais?

5 comentários:

TATIANA SÁ disse...

Paulo, eu concordo com vc. Na verdade, eu concordo com a forma que vc pensa sempre sobre o trânsito.
Apesar de ter carro, tenho os meus dias de pedestre, e é escrachado a forma como a maioria dos pedestres(e ciclistas) ignoram os cuidados ao atravessar uma rua, uma BR, caminham fora da calçada, não esperam o sinal fechar e etc.
Aí em Brasília ainda existe as faixas(que dão absoluta preferência aos pedestres) e as passarelas sobre as BRs, imagina aonde não tem isso?!?!

Teria a mesma atitude que teve, eu acho que nem esperaria ela passar ao meu lado no semáforo, ali mesmo, na hora da freiada, eu já metia a cabeça pra fora da janela e dava-lhe uma bronca daquelas bem alta.

Abraços!
Cuide-se, a lei só protege o coitado desfavorecido do pedestre! rsrs

Rê :) disse...

Pior é aqueles que passam bem tranquilos, como se nada tivesse acontecendo, nem olham pra tua cara enquanto tu fica reduzindo marcha que nem loca pra não atropelar um ser desses.

Aff.

RC disse...

Sim, ocorre uma demonização, perigosa, do motorista.

Por outro lado, o Código de Trânsito - e o bom senso, eu diria - determina que os "mais fortes" devem proteger os "mais fracos". Então, infelizmente ou não, cabe ao motorista zelar pelo bem-estar do pedestre.

O que não quer dizer que não existam pedestres abusados e sem noção.

Madame Mim disse...

Aqui os motoristas são muito mal-educados, pedestres nem tanto.
bjos

Anônimo disse...

Vocês precisam conhecer uma música que fala sobre acidente em trânsito.
É incrível a maneira sucinta e inteligente com que foi abordado o assunto.
Parabéns!

http://www.youtube.com/watch?v=hUo6bfosgNQ