sábado, 5 de dezembro de 2009

Buenos Aires, enfim - Parte 2, continuação

No Boca começamos a ter certeza de que onde quer que estivéssemos as pessoas nos reconheciam como turistas. No dia anterior, durante o passeio pela Florida tivemos essa impressão. Lá isso ficou evidente.


De lá seguimos para o outro lado da cidade, nos bairros da Recoleta e Palermo. Por lá não descemos, apenas vimos tudo de dentro do ônibus. Muitos parques e museus que voltaríamos em outro dia.


Depois do city tour resolvemos ir atrás da Galeria Pacífico, um shopping bacana de Buenos Aires. Saímos andando a Florida em uma direção. Quando cansamos, resolvemos perguntar e descobrimos que a galeria estava na outra direção, mais precisamente no quarteirão atrás do nosso hotel. Andamos tudo pra trás e chegamos ao shopping. Muitas lojas, nada de diferente do que temos por aqui. Resultado? Não compramos nada.


Almoçamos no shopping mesmo. Natália comeu num “China in Box” hermano e eu num “Montana Grill” de lá. E aqui faço uma pausa para falar sobre a comida argentina: são boas as carnes? São ótimas, mas comemos tudo igualzinho aqui. De resto a comida deles não é boa. O básico é carne com batata. Eles não tem lá a variedade de acompanhamentos que temos aqui. Nesse dia do shopping resolvi comer uma carne com salada. Cheguei ao Buffet para escolher minha salada e eis as opções: batata cozida, batata assada, maionese de batatas, macarrão parafuso, cenoura e brócolis. Isso é salada desde quando?


Acabei ficando com a cenoura, o brócolis e o macarrão. A coisa mais legal do almoço foi ter recebido um elogio de uma argentina que também aguardava a carne ficar pronta. Ela tacou azeite e molho no meu prato. Tínhamos escolhido as mesmas coisas. Ficou super sem graça, veio me pedir desculpas e eu disse que tudo bem. Ela sacou que eu era turista e começamos a conversar. No fim, ela, o namorado e a amiga elogiaram meu espanhol. Detalhe: nunca estudei espanhol.

Depois do almoço uma das melhores coisas da viagem, o sorvete! Comemos o famoso sorvete Freddo. É realmente muito bom! Doce de leite, banana e chocolate foram minhas escolhas. Natália pegou outro tipo de chocolate e doce de leite. Comi até morrer.


Freddo: banana, doce de leite e chocolate. Delícia!

À noite fomos ao teatro ver Otelo. A peça foi bacana, mas achei super difícil de entender as falas. Conhecia superficialmente a história e deu pra acompanhar o básico. Mas o cansaço e o sono bateram e confesso que dei várias cochiladas durante o espetáculo. Natália também.

O Fim do espetáculo Otelo. Eu tava dormindo...

Depois jantamos no restaurante Il Gatto, do outro lado da rua do teatro. É uma casa italiana, portanto eu fui de massa. Comi um ravióli recheado de espinafre, com molho de toamate. Natália foi de salmão grelhado com legumes. Para beber, Latitud 33° Cabernet Sauvignon. Sem sobremesa.

Ravioli de espinafre

Salmão com Legumes

PS: consegui resolver o problema das fotos!

Um comentário:

paula barros disse...

Estou a viajar, e acompanhar você nas escolhas para comer. rsrs

Fiquei com água na boca com o sorvete e imaginando os passeios.

Já imagina que estou louca para ir a Argentina. rsrs

As fotos você tem que ver como estão salvas no computador, caso estejam viradas elas vem para o blog viradas.

abraços, bom final de semana.