quinta-feira, 5 de março de 2009

Mundo real X Igreja

Tem umas coisas muito sem sentido nesse mundo, né? E vou te dizer que algumas delas, por incrível que pareça (para alguns crédulos, mas não para mim), partem de uma "organização" que deveria ser um tanto quanto racional nos seus atos, uma vez que influencia milhões de pessoas por aí. Falo da Igreja Católica.

Tem aquela ladainha de não usar camisinha, que não entra na minha cabeça. Tema história do aborto de anencéfalos. E agora vem essa do Arcebispo de Recife que excomungou os parentes e os médicos que, respectivamente, autorizaram e fizeram o aborto da menina de nove anos que estava grávida após sofrer abusos do padrasto.

A primeira coisa que me chama muita atenção é o fato de uma menina de nove - sim, eu disse NOVE (9) - anos estar grávida. E aí isso entra um pouco naquela história que falei dia desses sobre as idades das pessoas, como tá tudo muito maluco. Uma menina de nove anos já tem condição física/química/hormonal ou sei lá o quê para ter um filho?

É claro que não. E aí vem a Igreja dizer que o aborto é um absurdo. Absurdo é a menina ter que passar por isso. Correr o risco de morrer, ou de não poder engravidar nunca mais, segundo os médicos disseram.

Aí me vem o Arcebispo e excomunga os partidários do aborto. Vem cá, e o padrasto que fez essa merda toda? Vai rezar um pai-nosso e dez ave-marias e ser perdoado?

7 comentários:

paula barros disse...

Você escreveu o que sinto, o que penso...é um absurdo. Fiquei indignada, enojada, quando hoje cedo assisti o arcebispo falando. Eu excomunguei ele, pode crer.

Se essa polêmica toda é porque é para preservar a vida, em nenhum momento ele então pensou na vida da menina. A vida física, a vida psicológica. Será que se Deus-Jesus fosse vivo pensaria desse jeito? Se já tinha pensamentos e ações tão avançadas para a época, imagina hoje o que aquele rapaz estaria fazendo mundo afora.

Ele no mínimo estaria colocando no blog esse absurdo.

Pode usar sim o que gostou lá. abraço

lucas disse...

Paulinho, vamos ponto a ponto:
Camisinha: A igraja é a favor da castidade. Uma das coisas que esta incluida na castidade é o ato sexual apenas com o esposo/esposa. Para que usar camisinha nesse caso? Nada mais racional. Claro que quem nao segue a castidade, nao se peocupa com a posiçào da igreja e, entao, tanto faz usar camisinha ou não, para essa pessoa, é claro.
Aborto: você já leu a explicaÇão que está no catecismo de o porque a igreja é contra o aborto? Deveria. Se a vida começa na concepção, como eu e muitos cientistas acreditam, fazer aborto ou matar uma pessoa não faz diferença. por isso a igreja é contra. Racional novamente.
Não sei em que se baseou o bisco para excomungar essas pessoas, por isso não vou opinar. Mas para a igreja, tudo é perdoável, ateh mesmo o aborto.
Ah, ser racional não é fazer algo que todos concordam, mas seguir uma logica e a igreja sempre costuma seguir a logioa em que acredita. O ilógico seria se a igreja fosse a favor do aborto. Pois iria contra as crenças de mais de 2000 anos.

Paulo Palavra disse...

Lucas, o problema todo, no meu modo de ver, está na sua última frase: "crenças de mais de 2000 anos".
O mundo todo evoluiu nos últimos 2000 anos. A igreja não tem como evoluir junto?
Castidade é legal. Podia ser algo extremamente importante lá no século 15. Mas agora é o 21.
A revolução sexual já aconteceu. A pílula anticoncepcional está aí pra deixar as mulheres decidirem qdo engravidar. A camisinha está ai para proteger as pessoas de doenças como a aids, que mata milhares de pessoas todos os anos, e outras DST's. Como uma entidade tão importante pode abominar o seu uso?
A questão do aborto é extremamente séria. Quando a vida começa é algo de debate e te afirmo que tenho minha opinião baseada em questões científicas que comprovam diversas outras coisas. Mas como condenar um aborto de uma criança de 9 anos que não tem a menor estrutura física, nem psicológica para ser mãe, e ainda corria enorme risco de morte?
Vale salvar a criança na barriga, mas não vale salvar a a outra criança? Qual é a balança para determinar isso?
Eu acredito sempre em evolução. Me perdoe, mas a minha opinião é a de que a igreja não evolui em muita coisa.Está parada lá atras, nas crenças formadas há mais de 2000 anos.

Paulo Palavra disse...

Só um PS de algo que não sei: agora que foram excomungados? Eles ainda podem ter o perdão da igreja??

Madame Mim disse...

Esse bispo fez uma bela besteira.
Mas não acho que represente o pensamento da maioria dos católicos.

Sobre o padrasto, nessas horas eu penso que seria muito bom ter trabalhos forçados no Brasil.
Pena d emorte acho besteira, mas seria muito certo amarrar uma bola de ferro no pé de um infeliz desses.

lucas disse...

A excomunhao nao eh para sempre. Se eles se arrependem, podem se confessar e voltar a viver a vida normal da igreja.
Quanto a evolução da igreja, tenho umas coisas legais para falar, mas papo para outro lugar...
E com certeza o que o bispo fez Representa sim o que os católicos pensam. Pois eh o que a igreja pensa e esta escrito em todos os documentos. Um catolico eh catolico pq acredita na igreja e nao pode pegar umas coisas na prateleira e outras nao...

lucas disse...

Soh mais uma coisa,

com mais um mes de gravidez os filhos poderiam ser paridos, e o risco de vida da mae era igual a qualquer gravidez...