segunda-feira, 14 de maio de 2007

Enxágue*

No horizonte, bem longe
Nuvens negras, carregadas de chuva
E você

O vento sopra com força
Leva para o inalcançável
As folhas caídas
E você

A chuva cai
E lava a sujeira das ruas
Só não lava você de mim

(*Escrito em 2002)

10 comentários:

Fransmey disse...

Nossa que lindo!
Quase mereceu aquilo sabe?
Tá vendo como sou boazinha?
Sem dizer oq é todo mundo vai pensar bobagem!

Dinadinha!

Iêda disse...

Nossa!
O CD da Sandy que eu te dei tá te deixando inspirado, nénão?

tanãnãnãnammmm

Paulo Palavra disse...

Não, não!
Isso é inspiração antiga. Note os asteriscos nos títulos, e depois entre parênteses ao final do poema... é a época em que foram escritos...
não é inspiração atual...

Iêda disse...

sim, mas ele estão voltando pq????
hã? hã? hã?

vem cá, tá me tirando é??
não comento mais aqui;.....

Paulo Palavra disse...

Não...é só pq de vez em qdo n tem nda pra postar, tem um monte de coisa escrita lá em casa, aí resolvi publicar...
pode continuar lendo... vc ja n me manda mais bjo, nem a fran...se vcs n me lerem mais, o q será desse blog??

Iêda disse...

tá bom!
uma perguntinha:
por acaso, assim quemsabe, essa foto é do expediente?

Paulo Palavra disse...

Sim, é!
o cláudio me mandou ela...

Diego disse...

"Olhar o q o amor te faz, te deixa sem saber como agir... ô ô ô... quando ele te pegar, não tem pra onde vc fugir... naaaummm"

hauhauahuah

Iêda disse...

Olha o Diegs se revelando...
Sandy e Júnior na veia da galera da ACS! kkkkkkkkk
(só que não tem esse naaauuummmmmm)

Paulo Palavra disse...

Aauhauahuahaua!!
Sandy e Júnior dominando a galeraaa!!