quarta-feira, 23 de maio de 2007

Preconceito

É engraçado como sempre achamos que não, mas temos - ainda que inconscientemente - preconceito com certas coisas.

Estava com mais três amigos em Goiânia no último final de semana. Perdidos pela cidade, íamos perguntando às pessoas onde ficava o bar onde queríamos chegar. Certa hora, um casal de idosos passava pela rua e alguém deu a sugestão de perguntarmos à eles.

"Até parece que os velhinhos vão saber onde fica o bar...", foi a resposta de um dos colegas e acabamos passando batido. Muito tempo depois, ainda perdidos, paramos em um sinal vermelho. Ao nosso lado, um senhor, por volta dos seus 60, talvez 65 anos. Pensei em perguntar à ele, mas também me veio o mesmo pensamento à cabeça: "Até parece que o coroa vai saber..."

Então, um dos amigos resolveu perguntar. E não é que o cara sabia? Ele deu a indicação mais precisa que recebemos em dois dias na cidade. Não teve como errar o local. Quase voltamos atrás dele para chamá-lo pra tomar uma cerveja.

E ficou a lição...

5 comentários:

Diego disse...

Viva os cabelos brancos! Um dia também tb teremos...

Paulo Palavra disse...

Eu já tenho...

Flávia disse...

É... e ficou a lição.
Bjs

Nana disse...

Bom que você hoje nem vai ter trabalho pra pensar o que foi que aprendeu nesse dia, né??
Já ta ai, nos seus cabelos brancos!

rodrigo disse...

Mlk, naquela cidade eu peço informação pra qlq um... O lugar difícil de andar viu!!!
Quero saber das outras histórias...
Abraço